Search
Search

La garantia soy jo

Dizem os castelhanos. Infelizmente o ditado nãos erve para empresários brasileiros candidatos a empréstimos de emergência do governo federal. Sim, são empréstimos, alguns com juros de 11% ao ano incluindo o spread bancário.

O problema é que são exigidas garantias. Mas, se a água as levou, como oferecê-las? Visto de perto, ninguém é normal e isso inclui recursos financeiros.

Menu POA

O Menu POA da Associação Comercial foi ontem em vez da habitual terça-feira, e há uma explicação. Entre os debatedores estavam os deputados federais Marcel Van Hattem e Any Ortiz, que só têm segunda-feira de agenda livre.

O tema foi como chegarão as verbas (prometidas) da reconstrução de Porto Alegre? Por enquanto é só no gogó. Salvo o dinheiro para famílias que perderam tudo.

Filme antigo

Olhem, eu já vi promessa de dinheiro que nunca chegou às pamparras. É sempre o mesmo lero. Não contam com a burocracia e uma palavrinha que é para ser mágica mas não é: verba empenhada.

É como o gerente de um banco mostrar um cofre forte para você e dizer “Este dinheiro todo pode ser seu”. Esse filme é do tempo do cinema mudo.

Paraíso perdido

Conversei com um amigo que mostrou vídeos e fotos da sua casinha levada pelas águas em Eldorado do Sul. Ao alcance de uma estilingada, vi barcos passando, pessoas felizes no que já foi área seca e seu quintal bem-cuidado e com uma dúzia de patinhos ciscando a grama verdejante. Tudo se foi.

https://lp.banrisul.com.br/bdg/link/reconstruir-rs.html?utm_source=fernando_albrecht&utm_medium=patrocinio&utm_campaign=conta_pj_reconstruir&utm_term=visibilidade&utm_content=escala_600x90px

Veja só, falou ele com tom de amargura. Eu morava em um contêiner de 5mX2m. Depois de juntar um dinheirinho, consegui comprar essa casa e terreno. Hoje, nem contêiner nem casinha.

Emocionei-me com o desabafo dele.

O funil estreito

Quando o Guaíba chegou  a 5m55cm (a cota de inundação é a partir de 3m60cm), estabilizou e começou a cair lentamente, escrevi que o drama estava apenas começando, porque depois viria o desemprego. Ontem estava recém a 3m18.

https://cnabrasil.org.br/senar

No início eu achei, como todos, que, desde que não chovesse e o vento não fosse Sul, o rio Guaíba esvaziaria depressa. Qual o quê. Além de dias com esse vento que represou o Guaíba e a Lagoa dos Patos, todo esse mundaréu de água tem que passar por um estreito funil em Rio Grande para chegar ao oceano Atlântico.

Invencível dificuldade

Prestes a completar 111 anos, o E.C Cruzeiro fará assembleia com três pontos: Relato de extrema e invencível dificuldade financeira do clube; possível abandono da presente competição profissional e fechamento do futebol profissional. Quer dizer, vai fechar tudo. Futebol de amostra grátis é bom, mas não dá camisa

Quem nunca usou…

…a escova de dentes marca Condor? Pois a Condor celebra 95 anos de história estando presente em todos os lares do país.

Fundada em São Bento do Sul, interior de Santa Catarina, pelo imigrante alemão Augusto Emílio Klimmek, a Condor foi a primeira a produzir escovas dentais infantis com uma máquina que chegou da Alemanha de navio.

Chamas no Pantanal e no Rio

Apesar do Pantanal em chamas, dizem que o presidente Lula está satisfeito com o PIB e inflação sob controle. Embora haja controvérsias nesta última alegria. No entanto, se Lula visse os telejornais europeus, ficaria alarmado com as reportagens sobre a  violência no Rio de Janeiro, como eles com os exércitos em constante confronto, policiais, traficantes e milícias.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre