Search
Search

Fabulinhas – A Formiga e a Cigarra

  A Formiga vinha caminhando numa árvore caída carregando uma folha dez vezes seu tamanho e peso. Seguia a trilha química deixada pelas Formigas Batedoras quando avistou a Cigarra com uma guitarra Fender cantando sambas pra lua.

     – E aí, dona Formiga, sempre no batente?

     – E tu, Cigarra, sempre desperdiçando a vida com cantorias? Como vais enfrentar a velhice sem juntar uma poupança?

  A Cigarra fez um reef com sua Fender e riu.

     – Tô nem aí…

  De repente a Formiga sente uma forte dor no peito, a pesada (para ela) folha cai em cima dela. Morte por asfixia, como atestaram mais tarde os legistas do formigueiro.

  Moral da história: o que se leva desta vida é a vida que se leva.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre