Search
Search

Uma tampinha como testemunha

“…o Coelho engoliu um desmentido maior e mais indigesto que sapo barbudo”.

No início dos anos 70, a Antárctica comprou no maior sigilo a Cervejaria Polar, de Estrela. Eram outros tempos e acionistas minoritários não tinham os direitos que tinham hoje. Muitos entraram pelo cano, e não foi cano de barril de chope. Era titular do Informe Especial de Zero Hora o falecido e inesquecível jornalista Carlos Coelho. Sabujo velho, pai de todas estas colunas que andam por aí, farejou o negócio e deu uma nota na sua coluna. Deu rebuliço do grande. Como ainda faltavam detalhes para fechar o negócio, ambas as partes negaram veementemente a transação e Coelho foi obrigado a engolir um desmentido maior e mais indigesto que um sapo barbudo. Dias depois, estava Coelho e este que vos escreve no bar Porta Larga, que ficava ao lado e ZH, quando alguém pediu uma cerveja Antárctica. O Coelho pegou a tampinha e, olhando por olhar, ficou surpreso ao ler na borda que estava escrito “Fabricado pela Cervejaria Polar”. Confirmado. Coelho voltou para o jornal e confirmou a transação. Via tampinha. Desta vez, ninguém desmentiu.

 

 

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre