Search
Search

Terminou

A falência do Teresópolis Tênis Clube de Porto Alegre, que deve R$ 18 milhões, não chega a ser novidade. Tirando dois ou três mais tradicionais, o resto foi para o espaço. Não é segredo.

https://www.veloe.com.br/banrisul?utm_source=fernando_albrecht&utm_medium=p_blog&utm_campaign=tag_banrisul&utm_content=escala_600x90px

Até os anos 1970, clube social atraía sócios basicamente por dois motivos, bailes e piscina. Os bailes de rosto colado terminaram, o som é mecânico. E a piscina deixou de ser luxo. Condomínios têm, mesmo prédios classe C também. Embora muitos não possam ser chamados de piscina. No máximo, uma sanguinha daquelas que cortam fazendas na Fronteira Oeste.

Eles e nós

O número de empresas que pediram recuperação judicial em 2023 aumentou 70% em relação a 2022. Nos EUA, a PepsiCo triplicou o lucro em 2023. Mas o mercado das bolsas americanas esperava mais. A Bolsa de Tóquio tem a maior alta em 34 anos.

https://cnabrasil.org.br/senar

No Brasil, o setor de serviços decepciona. A inflação de janeiro foi de 0,43%, o que é muito ruim. A atividade industrial se retrai de novo. E o IBGE alardeia otimismo.

A brevidade da morte

É sabido que o brasileiro comum tem certa dificuldade em entender como as coisas funcionam. Veja-se o caso da Previdência. Sem entrar no mérito, você paga na ativa não para a sua aposentadoria, mas sim para pagar os aposentados de hoje. Amanhã, os trabalhadores pagarão a sua aposentadoria. Isso é assim em todo mundo.

Como vivemos cada vez mais tempo, chegará o dia (logo ali…) em que todos os sistemas previdenciários não terão mais como pagar. Aliás, já sofrem hoje, e em todo mundo.

Quer dizer que, para ter uma aposentadoria tranquila e em dia, temos que morrer mais cedo. Pior que tem uma montanha de jovens NEM-NEM, nem estudam, nem trabalham, portanto não contribuem para a previdência.

A pior pobreza

Mais de 70% dos alunos brasileiros entre 15 e 16 anos não alcançam sequer o nível básico em Matemática. São incapazes de resolver problemas simples envolvendo números. Os dados são do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês). Por isso é difícil convencer o povo de que os governos não podem gastar mais do que arrecadam.

Ainda fazemos falta

Na aviação, nem sempre tudo ocorre como planejado. O setor trabalha cada vez mais para desenvolver tecnologias que automatizam controles ou façam procedimentos padrão de forma simplificada. No entanto, a função de um controlador de tráfego aéreo pode nunca ser substituída por nenhum tipo de tecnologia ou IA, já que é essa profissão que lida com as adversidades dos voos.

É o que defende Amy Pritchett, uma engenheira aeroespacial líder de um estudo encomendado pelo Congresso norte-americano sobre os controladores de tráfego aéreo, ao The Conversation. Por mais que a IA já facilite o trabalho, ela pode nunca dar conta da completude do cargo (do site Olhar Digital).

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre