Search
Search

Os sortudos…

Bem aventurados sejam aqueles que têm ar condicionado em casa, pegam ônibus ou lotação que também o têm, vão trabalhar em ambiente refrigerado e após a jornada fazem a a viagem de volta nas mesmas condições,

https://www.veloe.com.br/banrisul?utm_source=fernando_albrecht&utm_medium=p_blog&utm_campaign=tag_banrisul&utm_content=escala_600x90px

…os azarados

São aqueles que moram longe em casa sem ar, pegam ônibus também sem ar, cumprem jornada de oito ou mais horas em ambientes sem ar e, no fim da jornada, fazem o mesmo calvário na volta pegando ônibus entupidos.

O ar como testemunha

A diminuição de conteúdo em embalagens e tubos é de tal forma que até parte de pasta de dente tomou Doril. Você compra uma, aperta e, em vez do dentifrício, ouve-se “PLOFT”. Com sorte e apertando com mais força sai o que se pagou.

https://cnabrasil.org.br/senar

Este colunista já viu boi voar e passarinho pastar em 56 anos de profissão. De modo que é como São Tomé, ver para crer, nesta história do Cais Mauá. Até porque são centenas de milhões de reais. O que o empreendedor certamente calculou é quantas dezenas de anos o capital investido dará retorno.

O enterro do sapo II

Merece aplausos, pela coragem, mas coragem não dá dinheiro. O que se pode dizer quando se conhecer o projeto em detalhes, que inclui prédios altos na altura da Rodoviária. Certamente surgirão os do contra e ações judiciais que podem voltar a enterrar o sapo gigante da área.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre