Search
Search

O suicídio do borracho

Certa noite, fui à Caverna do Ratão, hoje fechado, para fazer um rancho de bolinhos de carne e croquetes. Quando cheguei perto da casa, na avenida Protásio Alves esquina Eça de Queiroz, vi uma aglomeração bem grandinha no corredor de ônibus.

Um coletivo estava parado, pisca-alerta ligado, aglomeração de gente, viatura da Brigada, EPTC, SAMU com suas luzes escandalosas colorindo a noite de vermelho. Ao chegar perto do Ratão, dei de cara com um sujeito encostado na parede.

– O que houve? – perguntei.

Ele desencostou o pé da parede e apontou para o corredor com a ponta do queixo.

– Um bêbado tentou se matar. Atirou-se na frente de um ônibus.

– Puxa vida! Conseguiu, ou se feriu?

– Nem um pouco. O ônibus estava parado.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre