Search
Search

O que vem depois?

*Jerônimo Goergen

Já entrei na contagem regressiva para deixar a vida pública, após cinco mandatos consecutivos, dois deles de deputado estadual e outros três como deputado federal. Aquilo que ouvia dos meus pais, tios e avós agora reproduzo eu: como passa rápido!

Fui eleito aos 25 anos e encerro esse ciclo de duas décadas me sentindo um jovem aos 46. Confesso que vivi intensamente e fui testemunha ocular da história recente do Brasil.

Em alguns capítulos tive papel relevante, que me permitiram deixar um legado como legislador. O maior desafio de todos foi ter relatado a Lei de Liberdade Econômica, legislação que revolucionou o modo de empreender no Brasil.

Reduzimos a burocracia com a extinção de milhares de alvarás e licenças, criamos mecanismos para conferir maior segurança jurídica aos contratos, digitalizamos processos, aceleramos prazos de abertura e fechamento de empresas. Criamos um novo ambiente de negócios para o Brasil!

Os problemas terminaram então? Obviamente que não! Talvez agora venha o mais difícil, que é corrigir outros gargalos que nos impedem de ser uma nação que respeite seu empreendedor.

Segundo dados do Instituto Millenium, entre os anos de 2021 e 2022, Câmara e Senado foram responsáveis pela produção de 376 textos que impactaram negativamente o ordenamento jurídico empresarial. Ou seja, é preciso manter a vigilância permanente para não perder tudo aquilo que já foi conquistado.

Mas valeu a pena ser o “garoto propaganda” da Lei de Liberdade Econômica. De acordo com “Mapa da Liberdade para Trabalhar”, o Rio Grande do Sul é o estado com mais cidades (56,4%) mapeadas que aprovaram a Lei de Liberdade Econômica (LLE), seguido por ES (42,2%), SC (41,8%) e MG (39,9%).

Àqueles que me perguntam o que farei depois de encerrar o meu mandato, respondo que seguirei fazendo política. Só que agora estarei atuando em outra trincheira, à frente do Instituto Liberdade Econômica (ILE), entidade que nasce com a missão de estimular quem já abriu ou ainda sonha em criar o próprio negócio, conectando governos e iniciativa privada no campo da inovação e capacitação profissional.

Deputado Federal (PP-RS)

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre