Search
Search

O leitão voador

 Véspera do Ano Novo, anos 1970. O Arquimedes recebe uma ordem conjugal, que ele providenciasse um leitão de Reveillon já pronto, com toda a guarnição, sarrabulho e especiarias diversas. Leitão completo, incluindo uma maçã na boca. Foi no famoso restaurante Treviso, no Mercado Público, e fez o pedido direto para o Carlinhos, um dos dois donos.

 No Ano-Novo, o Arquimedes – que um gaiato insistia em pronunciar Arquímedes – foi lá pegar o leitão. Estava bonito pra caramba. Pagou com cheque pré-datado. Dias depois, ele voltou ao Treviso e pediu um particular com o proprietário.

    – Carlinhos, não sei nem como te dizer isso, de tantos anos que a gente se conhece. Mas…mas o leitão não estava bom!

   O Carlinhos nem piscou. Pegou um pano e o esfregou no balcão.

  – Arquimedes, não sei nem como te dizer isso, de tantos anos que a gente se conhece. Mas…mas o teu cheque também não estava bom.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre