Search
Search

O isopor na construção civil

A Certel Artefatos de Cimento lançou um novo produto à disposição do mercado da construção civil, o tijolo de concreto leve estrutural. Foi desenvolvido para edificações de alvenaria estrutural ou simples de vedação. Ele vem para ser uma alternativa ao tijolo cerâmico estrutural ou maciço.

Foto: Bruna Becker/Certel

Sua composição é de cimento, areia natural, pó de brita, aditivo plastificante e água. O diferencial está no poliestireno expandido (EPS), o isopor, que representa 28% da composição. Ele substitui o agregado graúdo (pedra britada), para que seja possível a redução do peso da peça

O ovo de Kopp

Nos anos 1960, uma indústria de Vera Cruz (RS), a Kopp,  lançou uma casa popular muito barata de concreto misturada com isopor. Foi um ovo de Colombo, pois além de diminuir o peso, o isopor servia como isolante térmico segurando o calor no inverno e impedindo a entrada do calor no verão.

https://www.veloe.com.br/banrisul?utm_source=fernando_albrecht&utm_medium=p_blog&utm_campaign=tag_banrisul&utm_content=escala_600x90px

Sonho ou realidade?

Há muitas incertezas quanto ao projeto do novo Cais Mauá, orçado em centenas de milhões de reais. Ontem, o empreendedor Sérgio Stein recebeu a imprensa para detalhar o projeto, ainda em fase embrionária.

Suecos e caboclos da aldeia

O que foi divulgado é a participação de uma empresa sueca, então ver para crer. De uma forma geral, trazer ideias estrangeiras para os caboclos da aldeia não costumam dar certo, porque o diabo mora nos detalhes.

https://cnabrasil.org.br/senar

As projeções são bonitas, passeios, muita vegetação. Mas sabemos que, na prática, a teoria é outra. Então, vamos aguardar o projeto executivo.

A árvore pode ser bonita, mas e a floresta? Lembram que, no início, nos idos de 2000, falou-se em copiar o Cais Embarcadero de Buenos Aires. Morreu na casca.

Soy a favor, pero

Não me entendam mal. Sou a favor de um novo Cais Mauá. Mas urbanizar 1,8 Km entre uma ponta e outra é tarefa hercúlea.

Os armazéns, por exemplo, têm que ser reconstruídos. Hoje, mal e mal tem tomadas, mas não possuem rede de esgoto, um problemão para futuras operações que atraiam muita gente.

Sábio conselho

Nos anos 1940, o ator de teatro e de rádio, Ezra Stone, jantava uma noite com o empresário Herman Shumlin enquanto descrevia, com entusiasmo, uma ideia original para uma peça teatral em Nova Iorque. O artista falava, falava, enquanto Shumlin tomava a sopa. Por fim, olhando ansiosamente para o prato do ator, Shumlin disse-lhe delicadamente.

– Ezra, é melhor que você tome a sopa antes que se torne fria a conversa.

Agro na mira

Com uma atuação cada vez mais conectada a projetos de inovação e sustentabilidade para a cadeia do agronegócio, o  Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) irá disponibilizar R$ 250 milhões para novos financiamentos na Expodireto de Não  Me Toque.

O vice-presidente e diretor de Operações, Ranolfo Vieira Júnior, informa que o volume de recurso será ampliado caso tenha demanda maior.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre