Search
Search

O chapéu do vaqueiro

Nos idos de 1971, quando era muito forte o programa de incentivos fiscais do famoso Fundo 157, que permitia abatimento do Imposto de Renda para aplicação em programas selecionados, o Nordeste tinha uma política agressiva de capitalização (para variar…). Era ruim para nossos projetos, como reflorestamento e pesca.

Isso incomodava até o Governo do Estado do RS, que, nos anos seguintes, promoveu campanhas para o Fundo 157 do Banrisul. Um deles foi uma espetacular criação da agência Publivar, em 1978, da qual eu fazia parte.

Voltando a 1971. Uma das peças publicitárias criadas pela pequena agência Inter Propaganda para a Corretora e Distribuidora Intersul, mostrava um chapéu de vaqueiro nordestino com a legenda “Tire esse chapéu da cabeça!”.

A criação foi de J. Prado Magalhães, e o diretor de arte era o hoje famoso pintor Antônio Soriano. Até no tamanho o anúncio era despretensioso, mas os nordestinos e seus governos chiaram de tal forma – alegaram que era preconceito – que esta parte da campanha teve que ser cancelada.

Tudo por causa de um chapéu de vaqueiro.

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre