Search
Search

A neblina que nos entorpece

Confesso que nunca vi tamanha pasmaceira na comunicação empresarial com o mercado – nós. Parece que todo mundo tirou férias ao mesmo tempo. Só o que entra é material criado pela IA por qualquer texto ou palavra escrita por quem manda e-mail. Maioria é lixo puro.

https://www.veloe.com.br/banrisul?utm_source=fernando_albrecht&utm_medium=p_blog&utm_campaign=tag_banrisul&utm_content=escala_600x90px

Mais uma incomodação

Tenho dito que, a cada novidade tecnológica que aparece, surgem duas incomodações no rastro. E o caso do X e Promoções no Tablet e celular. Tem que abrir para eliminar propagandas indesejadas. Mas algumas abrem outra alça para então sim, descartá-las. Somos reféns de idiotices virtuais.

A neve dos trópico

Pesquisadores da Universidade de Glasglow reuniram mais de 400 palavras para descrever “neve” em escocês. São mais termos do que usam os esquimós, que são mais de 50.

https://cnabrasil.org.br/senar

“Acredita-se que os esquimós têm mais de 50 palavras para descrever a neve”. Desde a mais óbvia, “snaw” (neve, somente), a “sneesl”, quando começa a nevar; a compilação também reúne termos como “skelf”, para um floco de neve grande; “snaw-ghast”, para as imagens que a neve formam; e “snaw-pouther”, para a neve fina.

Por aqui não apareceu nenhum pesquisador para descrever o que venha a ser  “democracia” tal como partido dominante e o governo a define.  Como a língua portuguesa usa a entonação para ironizar ou enaltecer certas palavras,  podemos ter, como os escoceses e esquimós, variações sobre o mesmo tema.

O certo é que “democracia plena” só quem está no poder assim a entende. Para quem está fora dele, excetuando os carregadores de safari que comem as sobras deixadas pelo explorador que os contratou. Os outros podem erguer as sobrancelhas e perguntar “demo…o quê?”

Fernando Albrecht

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

Deixe sua opinião

Publicidade

Publicidade

espaço livre